Visto de Estudante Austrália

1: Todos os estudantes estrangeiros deverão solicitar um único tipo de visto de Estudante (subclasse 500), independentemente do curso escolhido

2: Pelo Modelo Simplificado de Visto de Estudante (SSVF), os resultados do risco de imigração do provedor de ensino do estudante combinados com seu país de nacionalidade serão usados para indicar o grau de evidência da língua inglesa e da capacidade financeira que o estudante precisará fornecer junto com sua solicitação de visto. A boa notícia é que o Brasil e a maioria das escolas que a AWI trabalha não aparentam estarem sendo considerados de alto risco pelo Departamento.


Principais quesitos/requerimentos:

1 –  Todos os estudantes, independente da nacionalidade ou curso de escolha passarão pelo critério para a Entrada Temporária Genuína (GTE): A avaliação da genuinidade é feita levando-se em consideração diversos fatores, tais como seu histórico de imigração, importância do curso a estudar na Austrália com a carreira profissional e/ou acadêmica do estudante, circunstâncias que possam encorajar o estudante a retornar ao seu país de origem e condições que possam encorajá-lo a permanecer na Austrália.

2 – Todos devem se matrícular em um curso registrado CRICOS e obter o COE – Confirmation of Enrolment

3 – Capacidade financeira e proficiência na língua inglesa: estudantes estrangeiros devem ter a capacidade financeira suficiente para cobrir as despesas relacionadas ao curso, passagem e ao custo de vida na Austrália. O Departamento pode exigir que os estudantes forneçam evidências de sua capacidade financeira e proficiência na língua inglesa, se julgarem necessário. É é de suma importância que está declaração seja correta e genuína.

A comprovação da disponibilidade financeira do living cost pelo período de 12 meses aumentou para:

  • Estudante/guardião AUD$19.830
  • Companheiro/cônjuge AUD$6.940
  • Filho AUD$2.970

Se o curso tiver um período menor que 12 meses, dividi-se o valor anual. Por exemplo, se um estudante for permanecer na Australia pelo período de 7 meses (sozinho, sem dependentes como conjuge ou filhos),  deve-se apresentar AU$1650 x 7 = AU$11550. Este valor é apenas de living cost. O valor do curso e da passagem é a parte e deve ser adicionado.

Caso o estudante não consiga comprovar o suporte financeiro através de extratos bancários por exemplo, existe a possibilidade da apresentação do suporte através de evidência de renda anual de no mínimo AUD$60.000. Para estudantes com acompanhante/dependente a quantia é de AUD$70.000 ou mais. A renda demonstrada deve ser a renda pessoal do cônjuge ou dos pais do estudante. Em casos onde ambos os pais do estudante trabalhem e possuam rendas, poderá ser apresentado evidências de ambos para somar esse valor.

5 – Saúde e caráter: Estudantes estrangeiros devem apresentar idoneidade e, se necessário, devem se submeter a um exame médico com um médico credenciado da Embaixada.  O Departamento poderá solicitar os exames após o envio do pedido do visto e irá fornecer um numero chamado HAP ID. Os exames médicos só poderão ser agendados após essa solicitação.

6 – O estudante deve estar coberto por todo o período que planeja permanecer na Austrália, a partir da data de entrada no país, por um seguro de saúde internacional de estudante chamado OSHC – Overseas Student Health Cover. Caso o estudante entre na Austrália e não esteja coberto com o seguro, ele estará quebrando a regra imposta no visto.


Documentos obrigatórios para a solicitação

Para solicitar o visto é necessário

  • Formulário 956A – Iremos fornecer esse formulário
  • Cópia do passaporte do estudante e todos os dependentes (se houver) digitalizadas
  • GTE Statement: essa é uma declaração do aluno, explicando certas perguntas sobre a critéria GTE explicada acima. Como parte da nossa assessoria, a AWI oferece o suporte completo com a tradução desse documento.
  • COE:  Documento emitido pela escola apenas após pagamento do curso ou da entrada do curso (caso o curso seja parcelado). A AWI irá organizar essa documentação
  • Seguro saúde OSHC – A AWI irá organizar essa documentação
  • Em caso de casais: certidão de casamento traduzida por um tradutor NAATI (A AWI poderá recomendar excelentes profissionais)
Além desses documentos, o estudante poderá ter que apresentar diversos outros:
  • Capacidade financeira, ex. extratos bancários, carta de autorização de suporte financeiro, declaração de imposto de renda, etc
  • Histórico de estudo: ex. Certificados/Diplomas de conclusão de estudo, carta de trancamento da matricula, etc
  • Histórico de trabalho: ex. Holerites, Contrato de Os documentos devem ser digitalizados, e ter boa resolução, formato PDF preferencialmente, etc
  • Exames medicos: feitos através dos medicos credenciados. Caso o requerente ao visto tenha que fazer os exames médicos, só será possível fazer agendamento apenas depois da solicitação do visto. Primeiro envia-se a solicitação, e então o Departmento informará se o requerente ao visto terá que fazer o exame médico ou não.
  • Certidão de casamento ou união estável: cópia em português e traduziada por um tradutor juramentado
  • Documentos que comprovem a relação (em caso de casais)
  • Qualquer outro documento exigido pelo Departamento que comprove qualquer declaração feita pelo estudante
O tempo de processamento do visto pode variar de candidato a candidato, e da categoria do curso. Cada caso é analisado pelo Departamento de Imigração, e eles são a entidade soberania sobre a decisão do visto.